You are currently browsing the monthly archive for outubro 2019.

17 de outubro foi dia de fazer algo mais com o celular além de tuitar, feicebucar, zapear, instagranear…
Foi dia de animar o celular, criativamente, com a oficina “Seu celular é animado?”, realizada nas instalações da Escola Carlito Maia, com Eliana Célia Ribeiro.

Cerca de 12 inscritos tiveram a oportunidade rara e souberam aproveitar muito bem. Destaque-se que a maior parte nunca tinha feito animação em celular e encarou o desafio.

Depois de um dia de muito trabalho, chegou a hora de “lamber a cria”. À noite, às 19 h, no Espaço Cultural Elias José Abdalla (Cinema), foram apresentadas as animações produzidas durante o dia.

Essa oficina gratuita foi o resultado de parceria entre a Secretaria de Turismo e Cultura de Cunha, o Festival Curta no Celular e o Sesc – Serviço Social do Comércio.

Em Cunha, essa oficina também teve o apoio do Restaurante Melhor Hora e da Pousada Vila Rica.

(Fotos – Salvador Pacetti Neto e Joás Ferreira)

Oficina – A Revelação da Máquina 

4 de novembro de 2019 – 13h30 às 17h30

A partir de 14 anos, 4 horas de duração, 20 vagas – Gratuita!

Local: Escola Carlito Maia (Avenida Padre Rodolfo, 127 – Alto do Cruzeiro)

Inscrições: Secretaria de Turismo e Cultura de Cunha – Praça Cônego Siqueira, 36 (Praça da Matriz)

É uma oficina gratuita trazida para Cunha graças à parceria entre a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, o Museu da Imagem e do Som (MIS) e a Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa.

Objetivos da oficina

Como entender a luz para construir uma imagem? Como trabalhar o foco? O que é preciso destacar para que entendam sua ideia? Nesta oficina os participantes irão explorar e discutir problemas comuns na hora de construir uma imagem, usando a câmera como instrumento para tal. Através de exercícios práticos, os alunos irão aprender as funções da câmera para atingir o resultado mais próximo da intenção imagética desejada.

Oficineira: Natália Tonda

Fotógrafa de formação, realiza oficinas de fotografia analógica e digital. Atua como oficineira no projeto Pontos MIS, do Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Trabalhou como fotografa da 29 Bienal de Artes de São Paulo, trabalhou com produção cultural na exposição “Em nome dos Artistas” – Bienal de São Paulo, e na Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake. Atualmente ministra oficinas e cursos de fotografia básica, além de atuar como freelancer e assessora em projetos fotográficos.

natalia tonda

Apoio: Escola Carlito Maia

Escola Carlito Maia

  • Ao invés de uma pedra fundamental a escola realizou a cerimônia do plantio da ÁRVORE Fundamental. Compromisso com a sustentabilidade.Escola Carlito Maia 8 years ago
  • "É preciso toda uma aldeia para educar uma criança" ditado AfricanoEscola Carlito Maia 8 years ago
  • "Nós não precisamos de muita coisa, somente uns dos outros." Carlito Maia (1924-2002)Escola Carlito Maia 8 years ago