O dia 19 de dezembro foi mais um dia histórico para a Amprasp (associação dos bairros do Rio Abaixo, Rodeio, Sítio e Paraibuna). Aliás, a entidade tem tido muitos dias históricos: Festa do Pinhão, almoço de abertura do Festival do Cordeiro (Cunhatur), almoço do encerramento do Curso de Turismo Rural (Senar e Sindicato Rural), reuniões sobre pinhão e mata ciliar e agora as construções das duas novas biofossas – a do círculo de bananeiras (para água cinza – pia, lavatório, chuveiro, etc.) e a de evapotranspiração (concluída hoje, para efluentes do vaso sanitário, com a parceria técnica da SerrAcima).

Esses tipos de fossas, que incluem o plantio de bananeiras, copos de leite, cará, inhame, taioba, etc., não produzem resíduos, pois essas plantas absorvem tudo e transformam em vegetação. No caso do círculo de bananeiras, a fossa vira uma composteira, cujo conteúdo pode ser usado como adubo, de três em três anos.

Fica a homenagem e o agradecimento a todos que colaboraram!

 

.modificada_IMGP8488 modificada_IMGP8515 modificada_IMGP8521 modificada_IMGP8556 modificada_IMGP8582 modificada_IMGP8585 modificada_IMGP8597 modificada_IMGP8632 modificada_IMGP8639

 

 

Anúncios