You are currently browsing the monthly archive for junho 2014.

Hoje (27), durante o noticiário do meio dia, a bailarina de dança clássica indiana, Bhavana Rhya, foi o destaque da entrevista feita pelo radialista e diretor da Rádio Serrana FM-104,9, de Cunha, Zé Antônio.

Ela se apresentará, no Espaço Cultural Elias José Abdalla (cinema), amanhã (28 de junho), às 20 horas. Entrada gratuita, mas pede-se que, quem quiser ou puder, traga 1 kg alimento não perecível, para doação a obras assistenciais.

O grupo Cordel da Estrada da Lua, de Cunha, também fará uma apresentação, durante o espetáculo.

O evento é uma promoção da Amprasp (associação do bairro do Sítio – Associa Cunha), com o apoio cultural da Escola Carlito Maia.

Imagem

Imagem

Imagem

Anúncios

Parabéns, Gil!

Apresentação da bailarina brasileira, especializada em dança indiana, no Espaço Cultural Elias José Abdalla (cinema), Rua Dom Lino, 113, Centro, Cunha.
O espetáculo é gratuito, mas é opcional a doação de 1 kg de alimento não perecível, que será encaminhado para obras assistenciais de Cunha.
Promoção da Amprasp (associação do Bairro do Sítio) e apoio cultural da Escola Carlito Maia. O espaço foi cedido pela Secretaria de Cultura e Turismo de Cunha.

Imagem

A Escola Carlito Maia recebeu, na última segunda-feira (23 de junho), as visitas do jornalista, escritor e dramaturgo Furio Lonza e da produtora cultural Maria Alice Silvério. Eles foram recebidos pela mantenedora da escola, Dulce Maia de Souza.

Furio tem no seu currículo, entre outros, os títulos Crossroads, As mil taturanas douradas, Como enlouquecer seu filho (em parceria com Maria Alice Silvério) e a peça teatral Jantando com Isabel.

Maria Alice está em cartaz, no Rio de Janeiro, com o espetáculo Buraco da Lacraia – Cabaré On Ice.

 

ImagemImagem

 

Imagem

 

Imagem

Imagem

Imagem

Em tempos de Copa do Mundo, é sempre bom lembrar do jogador Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira (o Doutor Sócrates do Corinthians e da Seleção Brasileira), que foi um exemplo de consciência política, dentro e fora de campo.
Ele autografou essa camisa e doou para a Escola Carlito Maia. Ela foi leiloada e o valor arrecadado foi usado para custear as atividades da escola.
Imagem
Imagem
Imagem
Os alunos da Oliveira Netto, de Cunha, estiveram na sede urbana da Escola Carlito Maia, em visita à exposição de fotos.

A mostra fotográfica, “Cores de Cunha – Fauna e flora, uma relação de amor”, dos fotógrafos Árpád Cserép e Renate Esslinger, continua até o dia 12 de julho. Horário: 9h às 12h e 14h às 16h (de segunda a sexta-feira). 

A entrada é gratuita.

 
ImagemImagemImagem
Carlito Maia, com certeza, teria a palavra mais adequada para expressar o que significa este 22 de junho. E essa palavra seria acompanhada de flores. 
Ele tinha o costume de presentear os amigos e amigas com buquês e frases. Parafraseando Lourenço Diaféria, mais do que qualquer coisa, Carlito Maia tinha um jardim no coração. Sempre a palavra certa, o sentimento certo e a flor certa, na hora certa.
Pois, foi num dia como este 22 de junho, 12 anos atrás, que Carlito morreu. Deixou a vida que ele definiu assim: “Uma vida não é nada. Com coragem, pode ser muito”.
Pode-se dizer, entretanto, que ele conjugou o verbo viver intensamente.
Sinta-se florido, Carlito!
Imagem

Exposição de fotos continua na Escola Carlito Maia

70 anos de poesia: Chico Buarque de Hollanda

Curso gratuito de inglês na Escola Carlito Maia

As inscrições já começaram e vão até o dia 11 de julho, mas as vagas são limitadas